Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - sábado, 20 de abril de 2024

Quase 10 anos depois, Unimontes anuncia concurso para preencher 321 vagas de professor

Terça 20/02/24 - 9h13

Divulgado pela Unimontes:

Governo do Estado autoriza a realização de concurso público para 321 vagas para professor na Unimontes.

O Governo do Estado de Minas Gerais autorizou à Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) realizar novo concurso público para professor de nível superior, visando o preenchimento de 321 vagas nas diversas áreas do conhecimento na instituição.

O anúncio foi feito pelo secretário de Estado de Governo, Gustavo Valadares, ao receber o reitor da Unimontes, professor Wagner de Paulo Santiago, em audiência, quinta-feira (14/02), na cidade administrativa, em Belo Horizonte. A realização do concurso público para professor da Unimontes foi autorizada pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), por meio do Comitê de Orçamento e Finanças (Cofin), em atendimento à demanda apresentada pela universidade.

Na oportunidade, o reitor agradeceu ao governador Romeu Zema, ao vice-governador Mateus Simões; aos secretários de estado de Planejamento e Gestão, Luisa Barreto; de Educação, Igor Alvarenga; de Governo, Gustavo Valadares, assim como ao secretário-geral, Marcel Beghini; e, ainda, às lideranças políticas regionais pelo atendimento ao pleito apresentado pela gestão superior da Universidade.

O último concurso para professor de nível superior da Unimontes foi autorizado em 2014 e homologado em 2015, sendo que o processo seletivo foi concluído em 2019, com o preenchimento de 468 vagas.

“A autorização para a realização de novo concurso para o preenchimento de 321 vagas para professor de nível superior na Unimontes é um feito histórico para a nossa universidade, beneficiando enormemente a comunidade acadêmica e a população da área de abrangência da instituição. Com a realização do novo concurso público, poderemos atender as demandas de todos os nossos departamentos e cursos e melhorar, de forma significativa, as atividades de ensino, pesquisa e extensão”, assegura o professor Wagner de Paulo Santiago.

O reitor ressalta que, a partir de agora, serão adotadas as medidas para elaboração dos editais do concurso público para professor. As providências nesse sentido serão tomadas pela Diretoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos (DDRH) e pela Comissão Especial Permanente responsável pelas atividades relativas aos concursos públicos para provimento de cargos da carreira de professor de educação superior na instituição, com ampla participação da comunidade acadêmica, por meio dos departamentos.

“Não mediremos esforços para a realização de um concurso transparente e íntegro em que os participantes disputem em igualdade de condições e que possamos selecionar os melhores, sem nenhum tipo de favorecimento”, enfatizou o reitor Wagner Santiago.

Criada por meio de portaria assinada pelo reitor, a comissão especial de concurso público para professor de educação superior, presidida pelo vice-reitor da Unimontes, professor Dalton Caldeira Rocha, é constituída por representantes da gestão superior da universidade, contando também com a representação da Associação dos Docentes da Unimontes (Adunimontes).

O vice-reitor e presidente da comissão, professor Dalton Caldeira Rocha, explica que serão constituídos grupos de trabalho que vão definir a elaboração dos editais, as regras do concurso público para professor de nível superior e os prazos de inscrições, provas, resultado e outras questões. Segundo ele, a perspectiva é que os editais do concurso público para professor sejam divulgados neste primeiro semestre de 2024, seguindo as demandas dos departamentos da universidade.

Ele também ressalta que o concurso público vai beneficiar os docentes e toda comunidade acadêmica e a população em geral. “O concurso público visa a garantia de direitos ao professor, possibilitando a tranquilidade para que ele possa ministrar as aulas de maneira mais confortável. Também vai permitir que o professor possa investir na melhoria de sua carreira acadêmica, por meio de cursos de mestrado e doutorado e do desenvolvimento de pesquisas. Tudo isso é revertido em benefício dos alunos e da sociedade em geral”, avalia o vice-reitor e presidente da comissão especial de concurso de professor da Unimontes.

***

✅ Clique para seguir o canal da 98FM/montesclaros.com no WhatsApp👇🏻
Acesse aqui

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais