Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 21 - sábado, 24 de outubro de 2020

Bispo evangélico é condenado a 20 anos de prisão por abusar de moça, de 13 anos, que se revelou gay

Quarta 16/09/20 - 15h06

O Judiciário do Distrito Federal condenou bispo evangélico, de congregação pouco conhecida, a 20 anos e 6 meses de prisão pelo estupro de moça, de 13 anos.
CURA
Os abusos teriam sido cometidos numa tentativa de “cura gay”, segundo a sentença. O Ministério Público disse que a pena foi agravada pela influência religiosa do bispo sobre a vítima.
AMAVA
Promotores relataram que o bispo chegou a dizer que amava a adolescente e que pretendia se casar com ela.
HOMOSSEXUAL
Mas, ela se revelou homossexual, e o bispo então começou a ungir o corpo dela com óleos e a praticar abusos.
DESDE
O bispo vem em prisão preventiva desde fevereiro, por esse caso. Ele já foi condenado duas vezes por violação sexual mediante fraude.